Pesquisar este blog

domingo, 6 de abril de 2014

O que está acontecendo com a jornalista Rachel Sheherazade. Atualmente ela está fora da bancada do Sbt Brasil, milhares indagam o motivo.

Parece que a pressão contra o jornalismo do SBT, está só começando.
Depois da vinda da jornalista paraibana a bancada do jornal de rede nacional da emissora, uma grande oposição tem se levantado contra a emissora do Silvio Santos.

Uma deputada resolveu entrar na justiça contra a emissora e sua jornalista. O motivo foi a o comentário sobre um rapaz que estava roubando e acabou sendo amarrado a um poste e agredido.

A jornalista é conhecida por suas opiniões conservadoras. Com críticas voltadas aos escândalos que tem acontecido na política brasileira e com os gastos para a copa do mundo, Rachel se tornou um alvo. Uma pressão contra a emissora se intensifica a todo instante.

Reprodução/facebook
Foto: "Acredito na força da verdade, ela me conduz e me justifica” by Rachel Sheherazade

Ferramenta diária de lazer e trabalho para milhões de brasileiros, a internet possui um papel ainda mais especial na vida da jornalista Rachel Sheherazade, âncora do “SBT Brasil”.

‘Descoberta’ graças à repercussão de um de seus comentários sobre o Carnaval quando ainda apresentava um telejornal regional na Paraíba, Rachel exalta a importância da rede. “Foi graças a essa mega repercussão que o Silvio Santos me conheceu e viu em mim potencial para comandar o ‘SBT Brasil’. Foi graças ao poder da internet que acabei saindo de uma televisão regional para uma emissora em rede nacional”.

Engana-se, porém, quem pensa que a jornalista abandonou o YouTube e as demais redes sociais após sua ascensão profissional. “A internet é hoje a mais moderna e completa ferramenta de comunicação. Por isso é de grande importância que o profissional de jornalismo conheça esse instrumento e saiba manuseá-lo bem. Acredito que é indispensável ao comunicador formador de opinião estar em sintonia e contato com o telespectador também através da rede”, exalta Sheherazade, que costuma dialogar e debater com internautas no Twitter e também mantém uma página oficial no Facebook.

Questionada acerca de seu relacionamento diário com a tecnologia, Rachel destaca que a internet tem beneficiado seu relacionamento com os telespectadores. “Na TV, a informação é de mão única. Na rede mundial, é possível ter um feedback instantâneo e direto do meu trabalho. Além disso, através da internet, meus comentários ganham uma repercussão ainda maior, pois são compartilhados e comentados no Brasil e no mundo”.

Nem tudo, porém, são flores no ‘jardim virtual’. Admirada por multidões, Rachel também conhece o outro lado da moeda e é alvo do ódio de grupos organizados que defendem causas como o aborto e a legalização da maconha, teses já rechaçadas por Rachel na bancada do telejornal. Cristã, a âncora também não é benquista entre grupos ateístas.

Suas constantes críticas aos escândalos protagonizados pelo PT também têm contribuído para torná-la uma das pessoas mais perseguidas nas redes sociais. “É lamentável que militantes financiados com dinheiro público usem a internet para difamar e tentar denegrir a reputação de jornalistas independentes que não se dobram ao poder político, como é o meu caso”, conta.

Ao ser perguntada, porém, se a atuação dos inimigos já a fez pensar em abandonar a internet, Rachel é enfática: “Essas pessoas não me intimidam. Como se escondem atrás de perfis falsos, esses militantes não têm credibilidade para sustentar o que dizem”.

Para celebrar todo o apoio recebido pelas redes sociais, Sheherazade está lançando um canal oficial no YouTube, onde ainda hoje vê seus vídeos alcançarem milhões de views. O projeto, ainda embrionário, visa estreitar os laços entre a jornalista e o público. ”Quero manter um canal de comunicação com meu público para que as pessoas possam assistir os comentários e dar sua opinião. Pretendo organizar os vídeos numa ordem cronológica e formar um acervo digital onde os internautas possam acessar todos os meus videos de forma rápida e prática”, conta Rachel, deixando seu mais novo endereço virtual – www.youtube.com/sheherazadeoficial – e dizendo que combater falsos perfis em outras redes também será uma de suas prioridades.

De férias, a jornalista ainda é o foco de representações e denúncias feitas por deputados da base governista, que a acusam de ter “incitado a violência” ao comentar a ação de um grupo de moradores que amarrou um assaltante a um poste no Rio de Janeiro. Destemida, Rachel diz não se abater com as críticas. “Jamais provaram qualquer acusação que me fizeram. Acredito na força da verdade, ela me conduz e me justifica. Não preciso me defender de nada”, finaliza.

[ Rachel Sheherazade ] [ Rachel Sheherazade ] [ Rachel Sheherazade ] [ Rachel Sheherazade ]
Apoiada por muitos admiradores, Rachel diz estar sendo perseguida por uma parte da política brasileira. Reclama de censura: "A censura nunca desiste. Ela sempre voltada disfarçada" (Face book).

Por esses dias Rachel não apresenta o Sbt Brasil. O fato gerou indignação na internet

Parece que a pressão contra a emissora paulista, está dando resultados satisfatórios para quem almeja que a jornalista seja tirada do ar.

Mensagens de incentivo tomam as redes sociais 

Milhares de pessoas estão preocupadas com o futuro da jornalista. Nas redes sociais não param as mensagens de incentivo. Sites e blogs publicam sobre a "estranha" ausência da jornalista na bancada do Sbt Brasil. Informa-se que ela deve voltar no dia 14 de abril.

Em suas páginas da internet, Rachel expressa está usufruindo de um lazer em sua terra natal:

 
Em João Pessoa, terra do sol! Minha terra querida!

Segundo informações, ela estaria de férias. O que parece não proceder. Milhares de pessoas nas redes sociais estão perguntado sobre o que está acontecendo com a jornalista. Será que ela vai ser afastada da emissora, ou está mesmo de férias?

Nenhum comentário: