Pesquisar este blog

sexta-feira, 20 de março de 2015

Segredos de um adolescente: Aos pais e aos filhos

Os adolescentes chegam a uma idade intermediaria da vida. E que é indispensável um maior cuidado por parte dos pais. Apesar que as crianças de hoje já estão bem espertas. Claro, isso é reflexo de uma serie de fatores. A globalização trouxe essa realidade aos nossos dias. O avanço tecnológico, o advento da internet, a facilidade da interação social, que é propiciada pelas redes sociais, a TV( essa nem se fala como influenciou nesse resultado), os jogos eletrônicos também não podem ficar de fora.                                                                                                                                                                                                   imagem rep.site:protecciononline.com
Cuidados en Internet, recomendaciones para padres
Adolescentes são tratados como meninos sem experiências, burros, incompetentes, preguiçosos... é bem verdade que muitos não reagem diante das situações que estão vivenciando. Mas não podemos esquecer que muitos de nós já fomos adolescentes um dia. Quantos adultos, em suas épocas de adolescente, eram os responsáveis pelos seus irmãos mais novos. Assumiam a casa, levavam seus irmãos mais novos  para  a escola, muitos até eram um dos responsáveis pelo sustento da casa: vendiam lanches nas ruas, doces, trabalhavam em comércios, enfim, eram bem comprometidos com responsabilidades.

O século XXI é marcado pelos efeitos do avanço tecnológico no mundo. As crianças e adolescentes estão enquadrados diretamente no resultado final desses adventos. Mas não devemos esquecer que o papel principal na formação desses garotos, não deve ser o face book, os jogos violentos de matar, o WhatsApp, as revistas de teor sexual, os 'amigos', e até mesmo a escola. Diria que o centro de ensino seria o prolongamento dessa formação e não o formador total do caráter do individuo. Educação vem de casa, de berço, dos pais.

                                                      O mundo dos segredos!
rep. blogmelhordeserjovem
Muitos adolescentes se prendem a um mundo de segredos. Faz parte do ser humano ter a curiosidade em conhecer novos caminhos, novos mundos. Junto com a curiosidade vem o desejo em estar participando, vivenciando o momento. Aí que está um alerta para os adolescentes: O que pode causar esse prazer? O que está por trás das facilidades?  Será que vale a pena? Devo me entregar ao perigo?
Esses segredos que envolvem a vida dos adolescentes podem ser menos perigosos com a ação cuidadosa dos país. Como assim? Isso é impossível, escritor! Calma, é possível sim!

Os pais são os mais responsáveis no caráter dos seus filhos. O desleixo tem sido um desses fatores para o tal resultado negativo.  Vemos adolescentes, e até crianças, fazerem o que querem. Vão para qualquer lugar sem autorização dos pais, assistem todo o tipo de programação da TV, acessam e passeiam por altas horas nas redes. Sabemos que é muito fácil fechar ou minimizar aquelas páginas que tem conteúdo impróprio  e que desejem que os pais não as vejam. As amizades nem precisam de visitar o lar, é da porta pra fora. E os país nada!

Quem sabe você pode estar dizendo: é muito fácil criticar os pais. Mas algumas perguntas podem revelar como está sua atenção com o seu filho.

Avalie as perguntas, pais

Quais os hábitos que não lhe agrada em seu filhoª?

Você acompanha-os na escola, vai visita-los pelo menos algumas vezes no ano?
Sabe quem são as amizades deleª(s)

Conhece a identidade real deles na internet; lê suas frases e conversas? (claro que nem tudo é necessário ficar observando)

Sabe o que andam assistindo na TV; o conteúdo é apropriado; os jogos que jogam na internet oferecem influências ruins?

Conversa com eles sobre situações adversas: violência; o perigo do namoro prematuro; amizades; estudo e profissão; aconselha-os a terem cuidado com drogas e a manterem certa distancia dessas influências. Deixa-os relacionar-se(namoros) normalmente e não se metem? Percebe vícios e orienta-os, até proibindo-os, ou deixa-os livre, sem restrições? Trabalha na formação do caracter do filho?                                                                                             
Algumas dessas perguntas podem trazer uma rápida reflexão aos pais. Muitos não dão créditos aos aconselhamentos da Bíblia Sagrada, mas uma passagem diz assim: Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele. É importante acompanhar os filhos até chegar a idade adulta, seus 17, 18, e se for possível sempre estar aconselhando-os, mesmo depois de responsáveis. A correção faz parte da formação desses garotos e garotas. 
                                                                                                                                                                        Erros dos pais: 
-Tem pais que corrigem seus filhos espancando-os diariamente. Mas nunca acompanha-os no seu dia a dia (escola e coisas que os cercam) e nem os orientam com uma boa conversa a dois. 

-Uns oprimem seus filhos como se fossem escravos. É necessário agir com cautela e muita sabedoria. 

-Não por limites aos menores e nem corrigir os erros deles, disciplinando-os.
-Prender o adolescente e não leva-los a uma boa distração, um bom lazer periódico.

Erros dos adolescentes:
- Achar que seus país são uma especie de inimigos de sua adolescência. Pensam que os país querem fazê-los de prisioneiros  das quatro paredes(casa). 

-Querer viver a vida de um adulto. 

-Achar que não devem obedecer a ninguém. Isso é sinal de rebeldia. A colheita pode ser danosa, caro adolescente.
                                                                                                                                                                              Pais, sejam os melhores amigos de seus filhos
reprodução site da internet
Finalizando essa reflexão, amigo adolescentes, tenha cuidado com o mundo dos segredos, se forem ruins poderão trazer graves consequências. Veja seus pais como os melhores amigo, aqueles que querem realmente o seu bem.

Aos pais: seja mais amigo dos seus filhos, lembre-se que o perigo os rodeiam diariamente, constantemente os cercam. Tente sentir o que eles estão vivenciando e trace um planejamento que possa garantir um estreitamento nessa relação familiar, buscando um autocontrole na criação desses futuros adultos.


Por 
R.A.M




Um comentário:

Equipe Apoio a Crianças Especiais disse...

Muito bem,ótimo esse depoimentos porque os pais estão. Perdidos como acompanhar o crescimento de seus filhos nos tempos de muitos avanços.Parabéns 😤