Pesquisar este blog

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Consumismo: Uma fabrica de sonhos onde muitos perdem o foco do real; em análise do filme 'Delírios de Consumo de Becky Bloom'

Em uma palestra foi passado o filme Delírios de Consumo de Becky Bloom. Resolvemos colocar esse breve análise que fizemos. Além ser uma comédia leve, o filme traz à tona uma realidade vivida por muitos de nós: o consumismo.
                                                                                                                                                    reprodução
A fabrica de sonhos imposta pela beleza 'artificial' criada pelas grandes empresas, constituem um modo subjetivo em muitas pessoas. O estar na moda é uma ideologia implantada em mentes humanas devido aos fortes apelos da mídia, um canal de vendas de produtos. Embelezam a mensagem que chega até o público alvo, fazendo-os máquinas consumidoras. Prova é vista no perfil da personagem principal do filme Delírios de Consumo de Becky Bloom.  Uma jovem que se fantasia no mundo do consumo. Faz daquilo seu modo de vida pessoal e acaba se envolvendo em um grande problema: Uma grande dívida. Fica conhecida nacionalmente depois de uma revelação feita pelo credor em um programa de TV.

A sociedade moderna é marcada pelo auto consumo(consumismo). Um estilo de vida nada convencional. Padrões ditados pelas grandes grifes, produtos de beleza( um melhor que o outro) das famosas marcas de cosméticos do mundo viram chefes de pessoas alienadas pelo consumismo da beleza a qualquer custo. Se não estivermos usando um desses produto ou marcas somos considerados, por muitos, cafonas e pobretões. Esses sim estão presos em uma profunda compulsão aleatória, ditada pelo mercado capitalista, e por suas impulsões.

A nossão reflexão parte desse contexto. Será que precisamos comprar tudo que está na moda?

Às vezes acumulamos muitas mercadorias: roupa, objetos de consumo, sapatos, móveis( ainda novos são trocados), e até alimentos vão pra lixeira.

Com a economia nada agradável nos últimos anos a tendência do consumismo persiste em muitos de nós. Pessoas que nem acabaram a construção da casa própria, outras planejam adquirir um veículo, visitar entes queridos em outras cidades, uns almejam ter filhos, outros trocar móveis velhos, mas se encontram em dificuldades e nunca conseguem realizar o sonho, o motivo talvez não seja o consumismo?

Fica essa dica e reflexão. Você é muito consumista ou é uma pessoa bem administrativa?

Nenhum comentário: