Pesquisar este blog

quarta-feira, 29 de abril de 2015

PR: Protestos de professores no Paraná e muita bomba no ar; confronto aconteceu entre manifestantes e segurança pública do estado

A manifestação promovida pelos professores do estado do Paraná, na tarde dessa quarta-feira(29), contra a aprovação da lei que promove mudanças no fundo de previdência dos servidores, a ParanaPrevidência,  acabou em muita confusão e muitos feridos. Os professores se acamparam em frente à Assembléia Legislativa do Paraná(Alep). O projeto já foi aprovado nessa tarde de quarta-feira( 31 A 20). Os servidores são contra o projeto que mexe na aposentadoria dos servidores públicos. Além das reprovações desses servidores contra o projeto, eles pedem reajustes nos salários.

O cenário foi de guerra: Bombas de gás lacrimogênio, balas de borracha e jatos de água foram usados
                                                        APP-SINDICATO foto: Joka Madruga
                                
Em mais um conflito cerca de 150 pessoas ficaram feridas. Segundo informações do noticiário local ParanáOnline, 8 pessoas estão estado grave. Ouve muita correria e tiros de balas de borracha foram dados contra os manifestantes.

Muitas pessoas foram atingidas. Muitos profissionais da imprensa tiveram que correr para não serem atingidos. em nota a OAB divulgou ser intolerante o uso da violência contra manifestantes na ação da segurança pública e que estaria acompanhando a manifestação.

 "A Polícia Militar deve agir para garantir a integridade da população,não para executar o massacre que se presencia no momento".  "A truculência já resulta em feridos. Basta! Exige-se do Ministério Público do Estado a imediata apuração das responsabilidades sobre esses lamentáveis episódios'. (Nota da OAB-PR)

                                                              Rep.ParanáOnline
Centro Cívico virou uma praça de guerra / Foto: G1 Paraná / Giuliano Gomes 
                                                           Centro Cívico virou uma praça de guerra / Foto: G1 Paraná / Giuliano Gomes

O governo divulgou nota lamentando as cenas de violência e informa na nota que agressões e vandalismos foram praticados por estranhos manifestantes ao movimento dos servidores.

O sindicato, em sua página no facebook, postou comunicado: Pessoal, a direção da APP-Sindicato está acompanhando os casos dos(as) nossos(as) companheiros(as) que continuam internados, além dos que foram presos. Ainda informa que irão continuar. O cenário foi de guerra. Manifestantes reclamam da ação violenta da segurança pública. Muitos saíram feridos sangrando. Repórteres foram atingidos. Um foi mordido por um cachorro da segurança pública da raça pitbull .

Nosso informativo está aberto para ouvir os professores do Paraná e acompanhando possíveis manifestações.  Também órgãos que queiram deixar suas versões sobre o caso.

Nenhum comentário: