Pesquisar este blog

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

É troca de moedas, ou não?

MOEDAS-MOEDAS
Situação complicada

O Deputado Eduardo Cunha e a presidente Dilma Rousseff estão em situação bem complicada. Um espera a reação do outro diante das acusações e do seu 'poder' de influência. O PT tem representantes que podem 'ajudar' em possíveis votos de punição contra Cunha. Cunha, até o momento, tem barrado pedidos de Impeachment conta a presidente. Se houver um 'desacordo'  a situação pode complicar pros dois lados. O que está prevalecendo é a troca de moedas, ou não? Enquanto isso uma enchorrada de acusações e documentos comprometedores tomam as manchetes nacionais. Lembrando que ambos são de partidos opostos.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, negas a acusações e se diz tranquilo. O governo reconhece as pedaladas fiscais e diz ter sido para pagar programas sociais, declaração essa rebatida por muitos.

O cenário é preocupante e precisa de atenção dos brasileiros. É necessário prevalecer os princípios que regem a democracia e a ordem constitucional. A justiça brasileira deve se pautar em seus parâmetros de combate a corrupção e a quebra da Lei de Responsabilidade Fiscal(LRF), independente de partido ou governante. Os direitos e deveres devem prevaler numa democracia. Sabemos que essa plataforma de corrupção no país é histórica e crônica. O líder do PSDB no senado, Cássio Cunha Lima, declarou que FHC praticou as pedaladas fiscais na época que foi presidente da república. Sinal que a Lei de Responsabilidade Fiscal não é respeitada no país refletindo um 'massa de manobra' dos governantes. 

2 comentários:

ajotage disse...

A SITUAÇÃO POLÍTICA BRASILEIRA VAI MUITO ALÉM DO IMAGINÁRIO DE UM SIMPLES MORTAL - ELA ATINGE 99% DOS QUE TRABALHAM E LUTAM PARA CONSEGUIR O SEU SUSTENTO, BALISANDO SEMPRE OS SEUS GASTOS E O SEU ORÇAMENTO. O QUE VEMOS NAS MANCHETES DIÁRIAS, DAS DIFERENTE MÍDIAS, DÃO-NOS A SENSAÇÃO DE ANGÚSTIA PELA NOSSA INCOMPETÊNCIA. SABEMOS QUE OS NOSSOS REPRESENTANTES NO PODER DO PAÍS, NÃO SOUBERAM MERECER A NOSSA CONFIANÇA. HÁ UMA CLIMA ESQUIZOFRÊNICO GENERALIZADO, INCOMODANDO A TODOS, PIOR, AFETANDO O NOSSO EQUILÍBRIO E OS NOSSOS VALORES.
DEIXAMOS NO AR UMA PERGUNTA QUE TODOS SE FAZEM: O QUE FAZER PARA FREIAR A SÉRIE DE ARBITRARIEDADES E ROUBALHEIRAS QUE ACONTECEM TODOS OS DIAS IMPUNIMENTE; QUAIS AS MEDIDAS OBJETIVAS TOMADAS PELO NOSSO JUDICIÁRIO - PODEMOS ACREDITAR NA SUA ATUAÇÃO ?

1000NOTICIAS disse...

É VERDADE, A INDIGNAÇÃO TOMA CONTA DE MUITOS CIDADÃOS BRASILEIROS, PENA QUE NEM TODOS ESTÃO ATENTOS A SITUAÇÃO A QUAL PRESENCIAMOS DIARIAMENTE NO PAÍS. A CADA DIA PIORA. BEM OBSERVADO SOBRE O JUDICIÁRIO. PRECISA SER IMPARCIAL E ATUANTE.